08/10/2009

Sou uma borboleta Azul


Sou uma borboleta azul
do lado de dentro da tua janela
vejo o sol… vejo uma flor
Mas não posso ir até ela
Tens-me nas tuas mãos, mas não te doas a mim
encanta-te com o meu voar,
encanta-te com o meu bailado, que amar não é pecado
a vida não é martírio, posso levar-te ao delírio,
ser borboleta do teu jardim
Que queres que faça, que vou fazer…
serei eu a voar ou irei morrer…
deixa-me voar, não vou embora, eu vou ficar
presa em tuas mãos meu destino é morte
pensa na sorte… que deixarás escapar
Pois eu só desejava, te amar

*****************
nn(in)metamorphosis
209.09.10



Sem comentários:

Enviar um comentário