OUTRAS PUPAS

Outras pupas

23/02/2015

Cantigas ao Desafio XXVII



Transparências

De vez em quando apetece passar limites.
De vez em quando o proibido é o intratável.
De vez em quando fazem-se coisas destas.
De vez em quando dizemos que sim.
De vez em quando apetece sair sem rumo.
De vez em quando procuramos quem nos oiça.
De vez em quando dizemos muitos disparates.
De vez em quando gritamos com quem não devemos.
De vez em quando somos transparentes.
De vez em quando, quando partir serei eu.
Porque deixei eu isto aqui...

HHoje
 (cópia devidamente autorizada)

***

Carrossel

  Os anos degraus
a vida a escada
curta ou comprida
sejam bons ou maus
não nos cabe medi-la
  Degraus de alegria
de sonhos e ideais
donos do mundo
a vida é magia
os sonhos reais
  Degraus sombrios
de malfadados ais
ruelas escuras
de quilhas e mastros
nas mãos de vendavais
  A chorar e a rir
em ansiosa ascensão
a descida essa é certa
não adianta fugir
à humana condição
  E na minha crença
dou comigo a pensar
tanta briga, tanta desavença
pra no fim da escada encontrar
uma porta fechada
e mais nada!

*****************
nn(in)metamorphosis