NÃO!

NÃO!

30/12/2019

Feliz Ano 2020



De repente, num instante fugaz
os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente 
e o ano velho ficou para trás.



  


De repente, num instante fugaz
as taças de espumante cruzam-se e borbulhantes anunciam
que o ano velho se foi e ano novo chegou.



De repente
os olhos cruzam-se, as mãos entrelaçam-se
e os seres humanos
num abraço caloroso, num só pensamento
exprimem um só desejo e uma só aspiração

Paz e Amor


Do outro lado do fogo de artifício, dos gritos e vivas de alegria 
está o que realmente precisamos

mudar o futuro
e não esperar que as mudanças cheguem
porque o futuro chegou.




Um braço apertadinho e sentido
para tu, e tu, e para tu também
noname

Viver


Eu, via apenas uma palavra
Tu, pai, vias uma frase inteira



 E contigo aprendi: que nada é apenas o que se vê.



 ***
2019-12-30 
nn(in)metamorphosis

28/12/2019

Ano Novo - Nova Vida




O frenesim começa um pouco antes do Natal e atinge o clímax na passagem do ano. Neste intervalo encerra-se um ano e alinhava-se o futuro na esperança dum novo projecto de felicidade.

A explosão dá-se naqueles 12 segundos contados em badaladas e passas, atropelando-se desejos com o coração aos saltos, e até uma lágrima fortuita assume o seu lugar na emoção, dum recomeço. Creio, que todos já passamos por isso de maneira mais ou menos intensa.

O fim de um ciclo, sugere sempre um novo ciclo que, supostamente, se inicia com o jogo a zeros. Triste ilusão, um ciclo acaba mas a vida não recomeça, tão só continua...

E sabemos isso.

Então porque se repete ano após ano, esta sensação artificial do novo?

Será porque:
Precisamos de rituais e de referências que nos obriguem a parar a  rotina insana e automática dos dias?

Precisamos que algo ou alguém suspenda o tempo para que possamos reflectir sobre nós ou sobre as pessoas e as coisas que nos importam e sobre o mundo que nos cerca?

Não sei, mas penso que:

Do outro lado do fogo de artifício, dos gritos e vivas de alegria está o que realmente precisamos - mudar o futuro e não esperar que as mudanças cheguem porque o futuro chegou.


*** 
2019-12-28
nn(in)metamorphosis

Ficção de que começa alguma coisa!
Nada começa: tudo continua.
Na fluida e incerta essência misteriosa
Da vida, flui em sombra a água nua.
Curvas do rio escondem só o movimento.
O mesmo rio flui onde se vê.
Começar só começa em pensamento.

Fernando Pessoa: Ano Novo

24/12/2019

Mais dois lugares na mesa


Estou só a lembrar-vos.
Estou só. A lembrar-vos.


PS: Certamente os manos também, mas cada um/a guarda para si.

***
2019-12-24
nn(in)metamorphosis






22/12/2019

Já está a caminho




Que traga no saco

saúde, trabalho, criatividade, e muito
amor e riso

***
2019-12-06
nn(in)metamorphosis


Post itinerante até 24/12

21/12/2019

Sexto sentido



Ontem tive a certeza de que a minha intuição é farol que dentro do meu coração se agita qual vela ao levante, gritando bem alto e de rompante, seja por qualquer desdita, seja pela luz duma bem-aventurança.

***
2019-12-21
nn(in)metamorphosis