NÃO!

NÃO!

01/09/2019

Momento



Não sinto nada
E sinto tudo
E no tudo que não sinto
e sinto
Um peito apertado
Uma vontade de gritar
Capaz de se calar
Por tudo
Por nada

Ontem…
Não quero pensar
Amanhã…
Não quero dizer
Momento...
Ah… o momento
Distraído ou atento
Intenso
É como incenso
acabado de derramar

***
2019-09-01
nn(in)metamorhosis 



10 comentários:

  1. Lindo, sinceramente gostei.

    Bom dia de domingo, dona no.

    ResponderEliminar
  2. Acho que é vivendo o momento é construímos o futuro.
    Lindo poema.

    Bom Domingo, Non

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também penso que, são os momentos marcantes, bons ou maus, que nos impulsionam.

      Bom domingo, JL

      Eliminar
  3. wow... Lindo, que poema tão belo Non... o sentimento, as palavras, a "dinâmica"

    O momento é tudo isso...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. E neste sentir imenso
    de quem sente tudo e nada
    sentimos a dado momento
    que há que viver o instante
    que o amanhã é madrugada...

    :)

    Gosto muito deste teu lado sonhador, Non.

    No post abaixo, não viste lá um comment meu?

    Beijinhos, tantos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tu, sabes como gosto das tuas respostas poetizadas?
      :-)
      Beijinho em TU, miúda

      Eliminar
  5. Uau! Que bonito Non.
    E eu estou tal e qual assim hoje.
    Beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Senta-te, que isto passa, a ti, a mim, e espero que, aos outros :)

      Muuuuuuuá

      Eliminar

Os comentários são moderados - tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.

***
Nota: Os comentários com intuito publicitário serão eliminados.