NÃO!

NÃO!

26/10/2017

Síndrome do Pôr-do-sol Outonal



  

Há um fenómeno de fim de tarde que me possui
se estou junto ao mar
um baixar de pulsar do coração
um olhar que perde intensidade e se fixa lá longe
no tempo que ficou para trás
então 
as ideias caem devagar, em sopros outonais 
os olhos arrasam-se-me de horizontes
e as memórias são pálidos murmúrios



A partir de um poema original de: VC 
*****
2017-10-26
nn(in)metamorphosis


9 comentários:

  1. O Outono tem destas coisas...

    belas palavras

    -___-

    ResponderEliminar
  2. Lindo, o teu pôr do sol outonal Non :)

    ResponderEliminar
  3. Um pôr ou nascer do sol, é sempre algo que me deixa em êxtase, numa mistura de sentimentos e incredulidade perante tanta beleza.

    Boa noite GM

    ResponderEliminar
  4. Belezas outonais, afinal!!...;)
    Quem as não tem?
    Quem sente e vive em plena Primavera, sempre!...

    Andas inspirada. moça!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Admiro muito as coisas bonitas da Natureza que não controlo. Um pôr-do-Sol, uma trovoada, uma chuva intensa, uma queda de granizo !...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, porque não controlamos, nos fascine.

      Grata pela visita

      Eliminar

Os comentários são moderados - tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.