OUTRAS PUPAS

Outras pupas

29/10/2012

Cantigas ao desafio XX




Mosaicos de luz e sombra

Perdi-me em mais um adeus
Não acenei com a mão
Despedi-me com o olhar
Não o queria exposto
Apenas intimo
Não o queria visível
Tão só sentido
Fiquei-me em mais um adeus
Deixei-me estar
Mesmo depois da esquina dobrada
Mesmo após a hora passada
Deixei-me ficar
Acenando com os olhos
Fitando o até sempre
Sabendo que sempre pode demorar
Até lhe dizer bem-vinda
Com um novo olhar

             2012.10.29 vc
(cópia integral e autorizada)

****
Negar-se a dizer adeus
É força inútil, fingida
D’uma alma incontida
Fraqueza gritada aos céus
Por temor da solidão
Cobardia de querer
Acentua o seu viver
Ausentando-se á razão
Chega por fim o momento
Em amargo discernimento
O retirar da ilusão
Desatino em desalinho
Grita bem alto ao destino
Não!
Não quero dizer adeus

         2012.10.29 
nn(in)metamorphosis


Sem comentários:

Enviar um comentário