NÃO!

NÃO!

24/01/2020

Purga (adenda)


Simplesmente deixou de respirar.

Neste instante, nada faz sentido. E eu, só sei que tenho de chorar antes que a tristeza vá embora e a saudade tome o seu lugar.


*** 
2020-01-22 
nn(in)metamrphosis



Adenda:
 

Grata pelo vosso cuidado


Não é da minha gente, mas é como se fosse. A avó de uma amiga, uma senhora , completamente independente e cheia de genica, já com alguma idade, mas duma lucidez da vida e do mundo, como nunca encontrei em alguém tão idoso. Já há dias que tinha entristecido, assim do nada, não tinha fome, não queria levantar-se, segundo a minha amiga, foi-se sem dar trabalho algum, simplesmente deixando de respirar.

Isto já passa, tem que passar, pois a vida empurra para a frente.

Até já, beijinhos

13 comentários:

  1. Hummmm...Muito nostálgico!

    Beijinho. Boa noite, noname...

    ResponderEliminar
  2. Que se passa, dona no?
    Boa tarde!

    ResponderEliminar
  3. O choro alivia, sim, mas tens que reagir e enfrentar a realidade, seja qual for a dor que te aflige.

    Um abraço forte, Non!

    ResponderEliminar
  4. Então miúda, que é lá isso?
    Abracinho apertado

    ResponderEliminar
  5. Não sei qual foi a tua perda noname, o meu Pai faleceu há poucos meses e só eu sei o que ainda vai na minha alma.

    Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  6. Sensibilidade, subtileza, delicadeza...
    Há dias assim, Noname. Venha de lá agora o lado solar.

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Noname, Como eu entendo essa amiga. Seja com que idade for, as perdas repentinas causam uma ferida que nunca se fecha!...uma dor sem fim! Apesar de serem todas. Já passei por isso quando a minha Mãe partiu sem me avisar com 53 anos.

    A vida continua. Tem de continuar. Muita força para a sua Amiga e para si.

    -
    Beijo e um bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  8. os meus sentimentos. beijo grande.

    ResponderEliminar
  9. Nem todos os dias consigo ler os vossos posts, não tinha lido inicialmente.
    É sempre triste, uma perda e muito mais quando não é esperada.Ao longo de mais de 70 anos já passei por muitas, mas parece que quando a pessoa está em grande sofrimento a nossa dor encontra outro lenitivo do que quando a pessoa está bem e parte de repente.
    Os meus sentimentos.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  10. Hello...ainda mora aqui a dona disto tudo?

    Beijinhos e aparece que fazes falta, moça.

    ResponderEliminar
  11. Para lá dos motivos, a tristeza, quando se instala, costuma ser agarradiça. É preciso, pois, não a alimentar. Vá lá, Noname, é tempo de um olhar circundante, de voltar a sentir as pequenas coisas da vida.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar

Os comentários são moderados - tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.

***
Nota: Os comentários com intuito publicitário serão eliminados.