OUTRAS PUPAS

Outras pupas

28/11/2012

O que dizem os meus olhos





Hoje acordei assim, interpelativa, objectiva, incapaz de ver no feio, o bonito que sempre há, ou deveria haver, ou é suposto haver. Nua de doçura saí para a rua. Manhã fria, céu nublado, uma combinação catastrófica para mim. Tomei coragem e investi direitinha ao café do Zé, precisava urgentemente de aquecer a alma num café em chávena escaldada, que café, para mim, é como o amor, se morno, perde a graça. Vivo ou sobrevivo num mundo hipócrita, burocrático e de cegueira induzida, a pior, a que não quer ver. Da crise de valores em que mixordarmos, prefiro nem lembrar. Gosto de caminhar sozinha, especialmente quando acordo azeda; gosto de sentar numa esplanada com um livro como companhia; adoro dizer “bom dia” com alegria e a sorrir; gosto de ajudar quem precisa sem pensar duas vezes (é verdade, também se encontra muita gentinha mal agradecida); gosto de pessoas bem dispostas e de afectos generosas; gosto de respeito quanto baste, daquele que não coíbe uma conversa franca, sem receios de más interpretações, acusações e outras maçadas. Abomino gentinha que enfeita as suas vidas ôcas, falando das vidas alheias, pelo que acham que sabem, que viram, que têm ou deixam de ter; de gente que não sabe o momento em que deve parar, que não sabe onde a terra acaba e o mar começa, ou onde acaba a sua liberdade e começa a minha.

O que dizem os meus olhos?
Dirão sempre o que cada um quiser ver neles, muitos serão os que se vão enganar, muito poucos andarão perto, porque eu sou por dentro uma personalidade minha – por fora um conceito de cada um.

PS:-Prometo-me, aqui e agora, tentar não acordar mais ao som do noticiário, é terrivelmente indigesto.

**************** 
        2012-11-28
nn(in)metamorphosis


3 comentários:

  1. Quando puder olhar-te nos olhos te direi o que me dizem,....És como um livro, e como muitos de nós.Cada um nos lê à sua maneira, e o escritor, sem saber escreve N livros num só. Tu serás tantas quanto os que te lerem. UNs acertarão, outros não....

    ResponderEliminar
  2. O que dizem os teus olhos?...dizem que são o espelho de uma GRANDE alma que é a tua...

    ResponderEliminar
  3. Os teus olhos?...
    Não sei, mas, como cada um dos muitos músculos do teu corpo, falam de ti...e da tua relação com o mundo, o teu e o dos outros.
    Porque quer queiramos, quer não, vivemos emparedados... cada vez mais. Ou de maneira diferente, sei lá.

    ResponderEliminar