OUTRAS PUPAS

Outras pupas

14/12/2016

O tempo não pára - soma e segue


Passam os segundos, os minutos, as horas, os dias, as semanas, os meses, os anos.

Passa a meninice alegre, a adolescência inconsequente, a juventude furiosa, os anos dourados, e  depois... vão passando todos os outros...

Quando olho para trás, encontro uma mulher parecida comigo - por acaso eu mesma - porém, essa mulher sabia menos, conhecia menos lugares, menos emoções... Inexplicavelmente, na ignorância, era muito mais feliz

Quando eu fizer 90 anos (se lá chegar - falta muito) prometo que vos digo o que ainda me lembrar de mim, até lá, vou sendo aquilo que rabisco.


*****
2016-12-14
nn(in) metamorphosis


10 comentários:

  1. Que mal te fiz eu hã?! hã?!

    ResponderEliminar
  2. Pessoas queridas como tu vivem até aos 100...

    Pronto admito, pareces uma daquelas sogras que se queixa da idade e já tem 90 anos!

    Desculpa... foi o que me ocorreu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahah
      Nem sogra, nem avó, nem perto dos 90 - só tiros na água CC

      :-))

      Eliminar
  3. Sem dúvida. Quem olha para trás e se encontra é araucariácea. 111 é uma boa cifra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será sim, e mesmo não sendo simétrica nem cónica, morrerei de pé, como elas

      :-))

      Eliminar
  4. Tu és linda, em tudo o que fazes e pelo que lutas.
    Saudades de ti e de tantos serões a construir memórias.
    Beijos:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bora lá construir mais alguns - entretanto tás de féria né?

      abreijo em TU

      Eliminar
  5. ...e aos noventa ainda terás muito mais para rabiscar e nos contar...se a memória não te falhar, claro! :))

    Beijocas, querida NN.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... Falta de memória e de memórias é o que mais me assusta, por isso não faço questão de ficar para conhecer esse alemão filho duma pura donzela :-))

      abreijo Janita

      Eliminar