26/01/2014

Porque me escrevo


Gosto de escrevinhar. E escrevinho pela simples necessidade de tatuar a vida no papel, para me libertar de fantasmas, amaciar tristezas, recuperar momentos, segurar memórias. 
 As palavras
emergem-me
dilaceram-me
mortificam-me
coisam-me
ressuscitam-me


*****
2014.01.26 
nn(in)metamorphosis


5 comentários:

  1. coisam e coisam... todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Quantas vezes aconchego e tantas coisa nenhuma...

    ResponderEliminar
  3. Escrevinha-se, para não se "coisar"...
    Escrevinha-se, para tatuar a vida no papel
    e o papel com a vida,
    dilacerada, mortificada, sofrida.
    Escrevinha-se, para deixar o coração
    pintar de ressurreição
    a vida, tantas vezes, tingida
    das frias cores de pastel.
    AL

    ResponderEliminar
  4. Não escrevinho....Desaprendi!

    ResponderEliminar
  5. En não escrevinho...mas admiro quem escrevinha ...e de coração ...escrevinha muito bem !!!!!

    ResponderEliminar

Os comentários são moderados - tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.