01/12/2013

Permutas





Há muito que deixei de pensar, o que sentem. E a sentir tudo, o que não pensam.  




       *****
         2013.12.01
nn(in)metamorphosis

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são moderados - tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.