OUTRAS PUPAS

Outras pupas

11/11/2013

Posfácio






Não quero deixar de sonhar
o número de aniversários que conto, são mais velhos do
que eu
seria muita crueldade, deixar-me morrer antes de mim
A maga diz que vê, a menina sorridente de cabelos ao
vento
o espelho mostra-me, no olhar enigmático
 o prenúncio de um prefácio
Erra quem aceita que uma história começa sempre pelo
início


***************  
       11.11.2013
nn(in)metamorphosis


1 comentário: