26/01/2014

Porque me escrevo


Gosto de escrevinhar. E escrevinho pela simples necessidade de tatuar a vida no papel, para me libertar de fantasmas, amaciar tristezas, recuperar momentos, segurar memórias. 
 As palavras
emergem-me
dilaceram-me
mortificam-me
coisam-me
ressuscitam-me


*****
2014.01.26 
nn(in)metamorphosis


5 comentários:

  1. coisam e coisam... todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Quantas vezes aconchego e tantas coisa nenhuma...

    ResponderEliminar
  3. Escrevinha-se, para não se "coisar"...
    Escrevinha-se, para tatuar a vida no papel
    e o papel com a vida,
    dilacerada, mortificada, sofrida.
    Escrevinha-se, para deixar o coração
    pintar de ressurreição
    a vida, tantas vezes, tingida
    das frias cores de pastel.
    AL

    ResponderEliminar
  4. Não escrevinho....Desaprendi!

    ResponderEliminar
  5. En não escrevinho...mas admiro quem escrevinha ...e de coração ...escrevinha muito bem !!!!!

    ResponderEliminar