19/06/2017

Da tristeza profunda




Acredito, ou não, que até estejam consternados, embora, no meu entender,  se devessem sentir culpados, devendo até ser julgados e condenados por incúria. Eles detêm o poder e nada fazem de concreto para diminuírem as possibilidades de grandes catástrofes.

Quantos mais devem fenecer, para que sejam tomadas medidas sérias?

A maior parte da mata que, ainda, os nossos olhos conseguem alcançar é pertença do estado, e basta olhar, para vermos o quão sujas estão, a quantidade de matéria natural, ressequida pelo calor, ali está e permanece, ano após ano, sem limpeza, e pronta a ser alimento fácil de incêndio.

Somos um país em paz - porque não fazer guerra, ao lixo, à falta de asseiros e acessos, para limpeza das matas, para que os bombeiros se possam mexer sem sacrificar a vida a cada segundo?

Porque não, haver multas efectivas para os detentores de mata não limpa? E em caso de serem pessoas com poucos meios, porque não serem usadas as Juntas de Freguesia para reunirem mutirões de ajuda, num hoje por ti, amanhã por mim? 

Porque não o povo, processar o estado, pelo seu infortúnio? Vidas não se pagam, mas muitas vidas hoje, não sabem que vida têm.

Temos tanto desemprego, tanta gente a receber rendimento mínimo e a nada fazer, tanta tropa preparada e parada nos quartéis que têm o saber e as máquinas (ou deveriam ter) mas devem ter, pelo menos chegam ao estrangeiro e fazem maravilhas de engenharia em tempo recorde, dizem os noticiários, tanto politico a dormir na bancada parlamentar, mais aqueles que nem se dão ao trabalho de lá ir - tanta mão d'obra já paga, completamente improdutiva.

E a escandaleira que é, usarmos um número de telefone, no caso o 760 100 100 - para canalizar ajudas e o estado cobrar IVA? é por isso, e outras coisitas mais, que não acredito na consternação deles


18/06/2017

Tou repleta de beleza


Esqueleto ligeiramente cansado (não durmo desde as 9h30 de sábado)
mas de alma e coração levezinhos, quase levitam

É sempre a primeira vez, em cada regresso a casa e um pouco mais além


Vou comprar rebuçados à Régua e volto já   :-)


Não fosse o horror que lavra terra e ceifa vidas, teria sido um dia sem mácula.

****
Entretanto cairei de madura, é que uma miuda não é de ferro, não é?



12/06/2017

Eu sozinho não sou nada, juntos temos o mundo na mão


São coisas como esta que, mantêm , ainda, a minha esperança.
 se este vídeo for visto por muitos pais de hoje e de amanhã
quem sabe
passarão  a lição à sua prole

video



09/06/2017

Cheira a 70´s


HARRY NILSSON  - without you (original version 1972)

video


LOBO - Id Love You To Want Me  (1972 - HD)

video

Terry Jacks - Seasons In The Sun - 1974

video

George Harrison-My Sweet  Lord (Studio Version) Original 1970

video

Bee Gees - How Deep Is Your Love (1977)

video

Pink Floyd - Time (1974) legendado

video



CONTRIBUTOS
aceitam-se e agradecem-se
é só enviarem-me o link do tema e o ano do mesmo

*****

2017-06-09 Impontual - http://oimpontual.blogspot.pt/

 The Who - Behind Blue Eyes (Original Version) 1977


video


06/06/2017

Da ilusão do eterno

 
Amo-te hoje como se te fosse perder, porque o amanhã não faz promessas.


*****
2017-06-06
nn(in)metamorphosis 


25/05/2017

Como identificar grandes mestres da pintura



1 - Picasso
 Se toda a gente tem algum tipo de malformação no corpo


2 - Rubens
 Se todos no quadro têm grandes bundas
Resultado de imagem para pintor rubens



3 - Dalí
 Se é algo que se podia ver numa viagem de LSD
Resultado de imagem para pintor dali



4 - Yan Eyck
 Se toda a gente (incluindo as mulheres) se parecem com Putin



5 - Caravaggio
 Se todos os homens parecem mulheres, com cabelos crespos e olhos de vaca
Resultado de imagem para pintor Caravaggio 
 

6 - Tiziano
 Se as imagens são de fundo escuro, e todos mostram rostos com expressão de torturados
Imagem relacionada 
 
7 -  Bruegel
 Se nas pinturas há um montão de gente pequena, mas aparte disso tudo é normal  Imagem relacionada


8 - El Bosco
 Se houver um monte de pequenas pessoas nas pinturas, mas também uma tonelada de lixo e loucuras Resultado de imagem para pintor El Bosco


9 - Rembrandt
Se os modelos parecem vagabundos, iluminados apenas por uma rua escura
Resultado de imagem para pintor Rembrandt



10 - Boucher
 Se à pintura, se poderia adicionar facilmente, uns cupidos rechonchudos, ou uma ovelhita (ou já tem)
Imagem relacionada

 
11 - Miguel Ángel
Se todos são lindos, estão nus e são cheios de atractivos físicosResultado de imagem para obras de Miguel Ángel



12 - Degas 
Se vês uma bailarina
Resultado de imagem para pinturas de Degas



13 - El Greco  
Se tudo é altamente contrastado e alongado, num ambiente de azul, todas as caras magras e barbudas
Resultado de imagem para obras de el greco mas importantes

 
14 - Frida
Se a pintura mostra um rosto de mulher com uni-sobrancelha
Resultado de imagem para obras de Frida


15 - Monet
 Com luz salpicada e não há gente
Resultado de imagem para obras de Monet


16 - Renoir
 Luz salpicada e gente em festa e feliz
 Imagem relacionada


17 - Manet
 Luz salpicada e gente infeliz
Resultado de imagem para obras de Manet


18 - Da Vinci
Paisagens do Senhor dos Anéis, com uma névoa estranha azul, e sempre a mesma mulher de nariz aristocrático e cabelo onduladoResultado de imagem para obras de da vinci mais importantes

 
19 - Mondrian
 Se for uma folha de Excel com quadrados coloridos
Resultado de imagem para obras de Mondrian

14/05/2017

"Uma igreja pobre para os pobres" vs " Una vida loca"


papa veio, ainda que, como peregrino

Podemos juntar mais dois santinhos ao espólio
Após 53 edições, ganhamos um euro visão da canção
O benfica ao fim de 113 anos ganhou um tetra

Não deixo, ainda, de ficar surpreendida com afirmações proclamadas com convicção, tão carentes de sentido e noção de realidade.
Ouça o que lhe digo, é um ano abençoado 
(Será que a fome no mundo acabou? que a carta dos direitos humanos deixou de ser blá blá? que se respeitam as crianças, os velhos, o planeta? Que a cor, credo ou orientação sexual deixaram de estigmatizar? Que todos têm direito ao trabalho e educação?)
Santinhos fazem-nos falta 
(Sempre me disseram que os da casa não fazem milagres)
Salvador Sobral, chegou lá e pôs Portugal no mapa
(Sim, ainda que escrito a lápis, estará agora inscrito na parte da frente do mesmo)
O benfica é  o maior e vive no meu coração. Até lhe digo mais, se para estar aqui, tivesse que falhar na prestação da casa, eu falhava, mas estava aqui. 
(Grande coração, só parece, não caber lá a família e a honra do dever e respeito pelos contratos assumidos)

Digam que tenho falta de humor, que sou radical, digam o que quiserem.
Esclarecer-vos-ei que: 
sou pura emoção!
não sei falar de passarinhos, quando abutres voam sobre a minha cabeça
nem de flores, quando só espinhos me ferem
não canto canções de amor, quando os meus ouvidos só ouvem hinos de guerra

Cuido para que este viver apressado, de olhos fixos  em ecrans sem fios, não me escravizem, nem me ceguem,  ao ponto de olhar, mas não ver, o que se passa ao meu redor. o que realmente importa.
A vida não é uma festa, enquanto se souber um ser com fome. com medo, desempregado, descriminado. 
(Quantos  milhões se torraram nestes 12 e 13 de Maio de 2017? - Quantas vidas se resgataram, quantos ensinamos a pescar, oferecendo-lhes depois, uma cana?)
Devíamos então, ficar tristes e macambúzios, deixando de viver porque muitos vegetam?
A pergunta fizeste tu - Responde-te - Talvez encontres o equilíbrio.

Diria que enchemos as nossas vidas, com as victórias dos outros, inserimo-nos no todo, como se dele fizéssemos parte, mesmo não contribuindo em nada.
Indagamos os que achamos poder dar, porque têm muito, ser sua obrigação e não o fazerem, esquecendo que: 
A maioria das grandes obras, são fruto do individual de muitos, com muito pouco, que se propuseram a fazer as suas próprias victórias, não esperando nem festejo, nem recibo. Ficando felizes pelo sorriso que plantaram no outro.


*****
2017-05-14
nn(in) metamorphosis




**** 
Não comentarei os vossos comentários, que agradeço, pelo simples facto de que, o que escrevi, é a minha forma de ver a vida nos tempos que correm, e cada um a verá à sua maneira e com as suas próprias razões, não menos válidas que a minha. 
:-)
 ****

10/05/2017

O que é?


Ainda que a batida o modernize, o encanto nada lho tira



video




É de despentear a alma 
e fazer o coração bater a 8 passos base

É TANGO


Grata, adorei :-)



09/05/2017

E é isto IV


 Palavras a acrescentar não há, está tudo aí 
Quem dera todas as crianças 
vissem, ouvissem e entendessem
assim o mundo mudaria





05/05/2017

Uma viagem ao fundo



 
 
Imagem  - DAQUI
 
Anda à tona de si, num quase não viver, num quase não sentir, num quase não ser.
Nada já a faz rir ao hilário, nada já a faz chorar ao desespero, nada já a faz sentir ao limite, nada já a faz acreditar.

Adormece acordada, acorda adormecida e sem viço, como se em tudo faltasse, um quase nada, um quase tudo, para que se complete cada cavidade oca que pulsa num quase cheio, num quase vazio.

Quando se perdeu?
Não se terá perdido.

Terá tomado consciência, que tudo sofre de relatividade.

Que a vida é:
- Um jogo de xadrez
onde o rei vive na ilusão que reina, onde o peão se esforça por vencer, mas no final, o cheque mate, nenhum deles decide.
- Uma peça de teatro
onde se mudam os actores, mas as cenas,  essas, repetem-se e repetem-se, e de tanto se repetirem, tornam os espectadores amorfos de olhar perdido no horizonte que é já ali, na cortina descolorida do palco.
- Uma partitura de autor desconhecido
que ora nos leva a dançar em notas suaves, quase perfeitas quase idílicas, ora nos atira para tempestuosas notas agudas e descompassadas.
- Uma pintura
em tons calmantes de azuis celeste, e amarelos tenebrosos que abafam o grito.

Espera, sem esperança nem fé, o novo, o puro, que traga o riso espontâneo pela alegria partilhada, o choro compulsivo pelo sofrimento alheio, o rubor na face pelo esforço do trabalho, as mãos suadas e pernas trementes pelo amor, o coração na boca pela verdade, as mãos estendidas voltadas para cima pelo acreditar.

Sabe, que pouco sabe, mas nesse pouco saber, sabe que quase tudo é  irrelevante, sabe que quase nada é o que parece, sabe que quase nada presta, e sabe que mesmo que tivesse mais tempo, não lhe chegaria para saber da beleza de todas as coisas.

Anseia, e receia, abeirar-se do desconhecido que ignora, mas sabendo que sempre verá o outro lado a partir do seu lado, aquieta-se, e segue adormecida à tona de si.

***** 
2017-05-05 
nn(in)metamorphosis