14/05/2017

"Uma igreja pobre para os pobres" vs " Una vida loca"


papa veio, ainda que, como peregrino

Podemos juntar mais dois santinhos ao espólio
Após 53 edições, ganhamos um euro visão da canção
O benfica ao fim de 113 anos ganhou um tetra

Não deixo, ainda, de ficar surpreendida com afirmações proclamadas com convicção, tão carentes de sentido e noção de realidade.
Ouça o que lhe digo, é um ano abençoado 
(Será que a fome no mundo acabou? que a carta dos direitos humanos deixou de ser blá blá? que se respeitam as crianças, os velhos, o planeta? Que a cor, credo ou orientação sexual deixaram de estigmatizar? Que todos têm direito ao trabalho e educação?)
Santinhos fazem-nos falta 
(Sempre me disseram que os da casa não fazem milagres)
Salvador Sobral, chegou lá e pôs Portugal no mapa
(Sim, ainda que escrito a lápis, estará agora inscrito na parte da frente do mesmo)
O benfica é  o maior e vive no meu coração. Até lhe digo mais, se para estar aqui, tivesse que falhar na prestação da casa, eu falhava, mas estava aqui. 
(Grande coração, só parece, não caber lá a família e a honra do dever e respeito pelos contratos assumidos)

Digam que tenho falta de humor, que sou radical, digam o que quiserem.
Esclarecer-vos-ei que: 
sou pura emoção!
não sei falar de passarinhos, quando abutres voam sobre a minha cabeça
nem de flores, quando só espinhos me ferem
não canto canções de amor, quando os meus ouvidos só ouvem hinos de guerra

Cuido para que este viver apressado, de olhos fixos  em ecrans sem fios, não me escravizem, nem me ceguem,  ao ponto de olhar, mas não ver, o que se passa ao meu redor. o que realmente importa.
A vida não é uma festa, enquanto se souber um ser com fome. com medo, desempregado, descriminado. 
(Quantos  milhões se torraram nestes 12 e 13 de Maio de 2017? - Quantas vidas se resgataram, quantos ensinamos a pescar, oferecendo-lhes depois, uma cana?)
Devíamos então, ficar tristes e macambúzios, deixando de viver porque muitos vegetam?
A pergunta fizeste tu - Responde-te - Talvez encontres o equilíbrio.

Diria que enchemos as nossas vidas, com as victórias dos outros, inserimo-nos no todo, como se dele fizéssemos parte, mesmo não contribuindo em nada.
Indagamos os que achamos poder dar, porque têm muito, ser sua obrigação e não o fazerem, esquecendo que: 
A maioria das grandes obras, são fruto do individual de muitos, com muito pouco, que se propuseram a fazer as suas próprias victórias, não esperando nem festejo, nem recibo. Ficando felizes pelo sorriso que plantaram no outro.


*****
2017-05-14
nn(in) metamorphosis




**** 
Não comentarei os vossos comentários, que agradeço, pelo simples facto de que, o que escrevi, é a minha forma de ver a vida nos tempos que correm, e cada um a verá à sua maneira e com as suas próprias razões, não menos válidas que a minha. 
:-)
 ****

10/05/2017

O que é?


Ainda que a batida o modernize, o encanto nada lho tira



video




É de despentear a alma 
e fazer o coração bater a 8 passos base

É TANGO


Grata, adorei :-)



09/05/2017

E é isto IV


 Palavras a acrescentar não há, está tudo aí 
Quem dera todas as crianças 
vissem, ouvissem e entendessem
assim o mundo mudaria





05/05/2017

Uma viagem ao fundo



 
 
Imagem  - DAQUI
 
Anda à tona de si, num quase não viver, num quase não sentir, num quase não ser.
Nada já a faz rir ao hilário, nada já a faz chorar ao desespero, nada já a faz sentir ao limite, nada já a faz acreditar.

Adormece acordada, acorda adormecida e sem viço, como se em tudo faltasse, um quase nada, um quase tudo, para que se complete cada cavidade oca que pulsa num quase cheio, num quase vazio.

Quando se perdeu?
Não se terá perdido.

Terá tomado consciência, que tudo sofre de relatividade.

Que a vida é:
- Um jogo de xadrez
onde o rei vive na ilusão que reina, onde o peão se esforça por vencer, mas no final, o cheque mate, nenhum deles decide.
- Uma peça de teatro
onde se mudam os actores, mas as cenas,  essas, repetem-se e repetem-se, e de tanto se repetirem, tornam os espectadores amorfos de olhar perdido no horizonte que é já ali, na cortina descolorida do palco.
- Uma partitura de autor desconhecido
que ora nos leva a dançar em notas suaves, quase perfeitas quase idílicas, ora nos atira para tempestuosas notas agudas e descompassadas.
- Uma pintura
em tons calmantes de azuis celeste, e amarelos tenebrosos que abafam o grito.

Espera, sem esperança nem fé, o novo, o puro, que traga o riso espontâneo pela alegria partilhada, o choro compulsivo pelo sofrimento alheio, o rubor na face pelo esforço do trabalho, as mãos suadas e pernas trementes pelo amor, o coração na boca pela verdade, as mãos estendidas voltadas para cima pelo acreditar.

Sabe, que pouco sabe, mas nesse pouco saber, sabe que quase tudo é  irrelevante, sabe que quase nada é o que parece, sabe que quase nada presta, e sabe que mesmo que tivesse mais tempo, não lhe chegaria para saber da beleza de todas as coisas.

Anseia, e receia, abeirar-se do desconhecido que ignora, mas sabendo que sempre verá o outro lado a partir do seu lado, aquieta-se, e segue adormecida à tona de si.

***** 
2017-05-05 
nn(in)metamorphosis


04/05/2017

Das encruzilhadas




Não se ama num dia, mas chega um dia em que nos apercebemos que ontem já amávamos.


*****
2017-05-04 
nn(in)metamorphosis 


 

21/04/2017

E é isto III


Quantos de nós, já andou no ginásio e se cansou, ou desistiu por falta de tempo, ou desencontro de horários?

Quantos de nós já jurou uma dezena de vezes que: a partir de amanhã faço alguns exercícios em casa e o amanhã nunca chega?

Muitos, não é?

Mas com um companhia destas, por certo, vai fazer em casa esses exercícios com a maior das alegrias.

Duvida?

Então veja o vídeo e diga-me depois  :-))



BORA LÁ EXERCITAR UM POUQUINHO





"O QUE ME DÁ NA TELHA"

 II

Eu disse que traria as novidades assim que surgissem
e aqui estou eu

dêem uma olhada, com os olhos que temos no coração e nos diferenciam dos outros animais

http://filhosdodesespero.blogspot.pt/

e digam lá
se não é uma ideia fabulosa de linda


***** 
I

O sô Gil - esse mesmo, anda por

e por 

AQUI 

 E anda a engendrar uma ideia fabulosa de linda

Quando ele tiver novidades sobre a possibilidade de fazer o que pretende, 
eu virei dar notícia 

Até  lá,  VISITEM-NO