25/11/2016

Das escolhas


Quando escolhi parar de tentar agradar a todos, a vida ganhou forma, cor e sabor.


*****
2016-11-25
nn(in)metamorphosis

24/11/2016

Da eternidade





Na realidade em que vivo, aprendo a apreciar a cada dia que passa, o mágico segundo de eternidade


 *****
2016-11-24 
nn(in)metamorphosis 




22/11/2016

Tríades


Na sinfonia do universo, tu e eu somos parte do mesmo acorde.


*****
2016-11-22
nn(in)metamorphosis 


Da Saudade



Eu, que mais sinto do que sei, serei, por tal motivo, pouco avalizada para falar de saudade, mas posso garantir que será feita de diversas matérias, ora em bruto, ora em ligas mais ligeiras, mas não menos afiadas. Quando ataca, fá-lo sem dó nem piedade - porém, nem sempre faz doer, tem vezes que faz sorrir, faz dos olhos lagoas calmas, torna o coração em djambé bem tamborilado - assim eu sinto a saudade e espero que enquanto eu viver, ela nunca me abandone, porque ela, sou eu também .


*****
2016-11-22
nn(in)metamorphosis

Sô Gil passa fronteira


Ó bê!
      bê!!!

AQUI 

:=)

19/11/2016

Mar





Ai que saudade do mar
desse
que em manhãs de nevoeiro
entre salgadas lágrimas de coragem e medos
me conta segredos de ilhas perdidas
entre o mar das tormentas e enseadas de todos os perigos

Ai que saudade do mar
desse
que em dia de céu azul e sol dourado
me ouve com calma, embala a saudade
me enfeita o olhar, acaricia a pele, salga o paladar
abraça-me o corpo num longo beijar

Ai que saudade do mar
desse
que em noites enluaradas
me conta histórias de navios fantasma
marujos perdidos, misteriosos cantares de doces sereias
sussurra mistérios, fala-me de amor

quem dera pudesse levá-lo para onde eu for




 *****
2016-11-18
nn(in)metamorphosis



14/11/2016

Mais lua e luar em modo super



Pelo seguro, pois não sei se  estarei cá em 2034 para ver de novo  :=))


Desta vez apanhei-a a pespontar um telhado, nas traseiras da minha casa. Aprisionei-a à falsa fé, antes que se escondesse com o meu telhado e só bem mais tarde a apanhasse na varanda da frente mas, já perdida a surpresa.










de novo, assim,  só daqui a 18 anos, dizem os entendidos


*****



Lua Adversa

Tenho fases, como a lua,
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!

Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...).
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...

Cecília Meireles, in 'Vaga Música'

*****



13/11/2016

A Lua na minha varanda

há escassos momentos


Admiro-lhe a delicadeza no estender dos seus braços a quem lhe sorri. 
Sei que não preciso sequer pedir que me embale, para que me aconchegue e me cubra de ternuras.

É assim a Lua!  Não resiste a beijar-(me)-nos...