24/11/2015

Para lá...


... muito para lá, do que se diz, está o que se sente e não encontra palavras para ser dito. 
É emoção crescente, vira nome, vira gente, mas só na mente, ali, onde as palavras são mudas, o olhar perdido, e o gesto acarinha o vazio. 
Sabias?

*****
2015-11-24
nn(in)metamorphosis

8 comentários:

  1. E escrito assim, impossível não sentir
    :)
    Um beijo

    ResponderEliminar
  2. A linguagem, às vezes, precisava ser liquida...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será, que não se corria o risco de nos embriagarmos?

      :))

      Eliminar
    2. Eu disse liquida, não disse alcoólica!

      (e não nos embriagamos nela às vezes?)

      :)

      Eliminar
    3. E eu nem pensei em álcool sequer ahahahah
      mas tu deste a resposta também, logo a seguir
      :))

      Eliminar
  3. Sabia... que por vezes é tão difícil pôr em palavras o que se sente como sentir o que dizem certas palavras... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GM, grande frase, grande verdade...

      Beijo

      Eliminar