21/09/2012

Cantigas ao desafio XIV



http://youtu.be/DCScGlX-ajg

 Tu Parte III

Disseste-me: amanhã não venhas
Não me é possível estar contigo
Entre dois beijos lançados pelo ar
E um desejo-te apressado
E eu não vim
Tentei reorganizar o dia
Inventei mil trajectos alternativos
Mas só me saíram mundos de silêncio
E ideias ocas de sentido
Dediquei-me a inverter o sentido ao tempo
Estraguei o relógio
Construi aviões de papel
Propensos ao desastre
Agarrei um sem número de vezes no telemóvel
E um sem número de vezes me detive
Amanhã não venhas, disseste-me
E hoje não existiu.

          2012-09-18 (vc)
(Cópia integral e autorizada)

----------

Da próxima vez

Leva-me contigo
Leva-me no pensamento
Preenche o silêncio
Que grita aos ouvidos
E pesa no tempo

Leva-me contigo
Leva-me no peito
Que fico perdida
Barco à deriva
Sem rio nem leito

Da próxima vez
Leva-me contigo
Será que não vês
Que um dia sem ti
É exílio é castigo

        2012-09-19
nn(in)metamorphosis


Sem comentários:

Enviar um comentário