01/08/2012

Cantigas ao desafio XI



II - Canto do meio canto

Num recanto canto o canto
do encanto e desencanto
e no meio do meu canto...
o meu canto fica a meio!

Semeio um canto no meio.
Tomei-o por meio canto
e no meio canto o meio
( meio do canto ou do meio? )…

Com dois meios no meu canto
qual dos meios é que eu canto?
Canto o meio do meu canto
ou canto o canto do meio?

OC, 20.Julho.2012

Mais do autor aqui - http://pt.netlog.com/EuOSORIO/blog/blogid=2380722#blog

__________________________
Resposta ao repto do EuOsório

Canto do meio


Poeta cantor de rua
Que na cidade nasceu
Canta a cidade que é tua
Que eu canto o campo que é meu

Tu és afortunado,
Sabes ler e escrever
Rimas em canto o teu gozo
Eu canto o meu padecer

O teu canto diferente
É de luxo de salão
O meu é como a semente
Nasce em cima do chão

Cantas tu e canto eu
Cantamos o canto do meio
Tu da cidade o céu
Eu da terra o canteiro

        2012-08-01

nn(in)metamorphosis


2 comentários:

  1. Fico contente por teres respondido ao desafio e por te ver partilhar este contraponto entre pessoas da cidade e do campo, bem engendrada e bem expressa, como te disse noutro lado!

    Osório (Manel)

    ResponderEliminar
  2. Sento-me e olho com pelo canto do olho para os fazeres de rima que cantam o canto... que se é do meio, da ponta, ou do início tanto faz...
    ... que o que se torna urgente é mesmo o cantar... e não o canto...

    ResponderEliminar