29/02/2012

Diz-me ao ouvido



Diz-me ao ouvido,
sussurradas palavras que me deixem sem jeito
Beija-me a nuca e sem pensar no futuro,
diz que me amas
Deixa o teu corpo perdido no meu,
espalha  alegria, me contagia
E nesse teu jeito tão particular de ser homem,
se encaixa perfeito este meu jeito de ser mulher

*****
2012.02.29
nn(in)metamorphosis


26/02/2012

A perpetuação dos sentidos

Sim... Seria ideal a perpetuação dos sentidos a que me atrevo nas ambições expressas nos poemas delirados...na realidade em que vivo, aprendo a apreciar a cada dia que passa, o mágico segundo de eternidade...

**************** 
        2012.02.25
nn (in) metamorphosis