OUTRAS PUPAS

Outras pupas

19/09/2010

Se te penso...


Se te penso…
Penso-te em cada palavra
Que por mim é recordada
E um rol de emoções
Cresce em forma arrebatada
E então…
Sonho-te a cada pensar
Sinto-te a cada toque
Imagino-te a cada sorriso
Vivo-te a cada olhar
Liberto-me a cada atrevimento
Dispo-nos de preconceito
Visto-me de ousadia
Rolamo-nos no envolvimento
Quero-te a cada imaginação
Toco-te a cada beijo
Desenho-te a cada suspiro
Beijo-te com emoção

E…
Numa guerra acalmada
Penso-te em cada palavra
Sinto-te em cada linha
Agora escrevinhada

*****************
nn(in)metamorphosis
2010.09.19






1 comentário:

  1. Espetaculo.Que belo sentir que este poema transmite.Muito bom mesmo adorei.

    ResponderEliminar