OUTRAS PUPAS

Outras pupas

29/10/2009

Porque acredito…


Deitei tarde, muito tarde…
procurei o que não consegui encontrar.
Dormi sobre o assunto e tentei, num último esforço, ajuda para encontrar o que procurei, foi-me negada.
Poderia e estaria em condições de dizer, fecho este trecho da minha vida (menos bom), ciente que estou, de ter tentado por todos os meios fazer-me acreditar, quando digo “não sou eu”

Mas, não fecho…

… primeiro,
porque não foi um trecho menos bom, (embora sempre sujeito a interrogações e más interpretações do que eu falava ou escrevia) foi um período muito emriquecedor, que não vou, nem quero esquecer, porque faz parte da minha experiência de vida, que é o que faz de mim o que sou.
… segundo,
Porque acredito que em algum momento alguma coisa, algum erro, algum deslize, faça vir a verdade à tona.
… terceiro,
Porque acredito que a pessoa em questão, (se o que deu a conhecer foi verdade) se confrontada com a verdade, me virá pedir desculpa, mesmo que nada mais faça, além disso.
Saio, encosto a porta, ainda triste mas, já com outra perspectiva outra visão, pois a consciência permite-me continuar a dormir, pouco, mas bem.


**************** 
nn(in)metamorphosis
2009.10.29




Sem comentários:

Enviar um comentário